Desfralde - Como e quando começar...

Oi gente tudo bem
Estou vendo como fazer o desfralde da Luma



E achei dicas importantes para começar...
Vim compartilhar com vocês...
vejam:

1 - Qual a idade recomendável para o desfralde?
Entre os 18 e 24 meses, a criança começa a ter o controle sobre os esfíncteres, músculos responsáveis por comandar o ato de defecar e urinar e, portanto, nessa época é a hora de começar a pensar no desfralde. Vale lembrar que esse é um processo que pode ocorrer entre a idade de 1 ano e 8 meses e 2 anos e 3 meses, variando do desenvolvimento psicomotor de cada criança, e que as meninas, em geral, largam as fraldas antes que os meninos.

2 - Quais os sinais de que a criança está preparada para isso?
Em primeiro lugar, a criança mostra, gesticulando ou mesmo falando, que está incomodada com alguma coisa, por vezes até informando quando ela vai fazer xixi ou cocô. Mostrar interesse ou curiosidade quando ela está no banheiro com os pais também pode significar certo preparo. Além disso, acordar frequentemente com a fralda seca é outro sinal de que ela está pronta.

3 - Qual a maneira correta de fazer o desfralde?
Antes de tudo, é extremamente importante ter paciência com a criança e respeitar o seu tempo, com naturalidade. Quando o processo for iniciado, é necessário que ele aconteça de uma só vez. Por exemplo, tirar a fralda diurna só em casa, mas, quando se vai ao shopping ou ao parque, colocá-la de volta pode confundir a criança, que não tem noção exata dessas diferenças de local e de estar ou não com a fralda.
Já tendo tirado a fralda, é interessante também notar o horário que a criança geralmente faz xixi e cocô para levá-la ao penico ou ao redutor de assento por volta dessa hora. Fazer isso durante o verão pode ser melhor, considerando que, caso haja um escape, o calor torna as calças molhadas menos incômodas. No geral, recomenda-se tirar primeiro as fraldas diurnas para depois, por volta dos 3 anos, dar início ao processo do desfralde noturno.

4 - Quando se deve tirar a fralda noturna?
Um sinal de que a fralda noturna está prestes a se aposentar acontece quando a criança começa a amanhecer constantemente com a fralda seca. É interessante diminuir a quantidade de líquidos após as 18 horas e sempre levar a criança ao banheiro antes de se deitar. Caso ela continue fazendo xixi na cama nos primeiros dias, é necessário acordá-la e acompanhá-la até o banheiro em um horário específico durante a noite

5 - Como ensiná-lo a levantar para fazer xixi à noite?
Antes de mais nada, é sempre bacana fazer a criança ir dormir com a bexiga já vazia. Além disso, antes de deitar, é uma boa ideia conversar e explicar que se ela sentir vontade, mesmo durante a noite, tem que levantar e ir ao banheiro. O controle do xixi é uma coisa que vai se formando.
Geralmente, a hora de fazer xixi acontece por volta de quatro horas depois da ingestão de algum líquido, e isso torna mais fácil saber a hora que a criança fará xixi durante a noite. Uma ideia é os pais se levantarem nesse período para levar o pequeno ao banheiro. No entanto, é importante que a criança se acostume a ir sozinha ao banheiro. Uma boa forma de treinar isso é fazer uma brincadeira, durante o fim de semana, na qual se coloca o despertador para tal hora – geralmente aquelas quatro horas após a ingestão de líquidos ou na hora que se reparar mais frequência do fazer xixi – e deixar a criança acordar sozinha e ir ao banheiro. Isso funciona como um desafio para ela. Os pais, no entanto, têm de acordar e acompanhar de longe, se possível.
6 - Como agir quando a criança faz xixi ou cocô nas calças?
Nada de nervosismo ou bronca! Ela está aprendendo e escapar de vez em quando faz parte. No entanto, é interessante fazer com que ela participe do processo da limpeza e que esse não seja imediato. Isso a ajudará a perceber o quão incômodo é ficar suja. Uma sugestão é pegar a calcinha ou a cueca e, juntamente com a criança, ir ao banheiro para ali limpar tudo. No caso do cocô, se possível, é interessante jogá-lo na privada e dar descarga como parte final do processo.
Além disso, quando as crianças estão brincando, por preguiça ou por vontade de não parar o que se está fazendo, elas deixam de ir ao banheiro quando têm vontade, o que pode levar ao escape. Os pais podem ficar ao redor para lembrar e levá-los ao banheiro.

7 - Como agir quando a criança faz xixi na cama?
O procedimento é o mesmo de quando a criança faz xixi nas calças. Participar do processo faz com que ela vá amadurecendo ao longo do tempo.

8 - Existem crianças que têm mais dificuldade em largar as fraldas. Por que isso acontece?
Cada criança é um ser diferente e especial. Cada uma tem o seu próprio tempo para criar maturidade emocional e estar preparada neurologicamente para o ato.
No que diz respeito às questões físicas, o controle do esfíncter varia individualmente. Problemas no intestino, como ter ele preso, podem atrapalhar pela dificuldade natural que isso causa.
Quanto ao emocional, vários pontos podem afetar, como o fato de ter que fazer xixi e cocô toda vez no mesmo lugar – no banheiro –, falta de sintonia nesse aspecto entre os pais e a criança ou até a neura dos pais por limpeza: sempre que a criança vai ao banheiro ou acontece um escape, a reação é de extrema necessidade de limpá-la imediatamente. Isso pode causar um bloqueio.

9 - Como fazer o desfralde de uma criança maior?
Numa criança maior, o processo do desfralde continua sendo praticamente o mesmo, com adaptações de linguagem e tratamento, já que ela não é mais um bebê. Uma sugestão é, inclusive, fazer uma avaliação do sistema urinário para afastar possíveis patologias.
Uma ginástica recomendada para o fortalecimento do esfíncter urinário pode ajudar no controle do xixi. Trata-se de dar dois ou três copos de água para a criança e, quando ela ficar com vontade de ir ao banheiro, pedir para que ela faça xixi aos poucos, com intervalos de dez segundos. O movimento de “abre e fecha” do músculo ajuda no fortalecimento e no consequente controle.

10 - A criança passa a ter medo/receio de fazer cocô no penico. Por que isso acontece e o que fazer?
Não se trata de medo ou receio do penico, e sim de estranheza. A criança está acostumada a ver seus pais usarem a privada e o penico pode causar algum desconforto por ser de uso exclusivo dela. Alguns penicos que cantam músicas ou fazem barulhos nem sempre são bem-vindos e podem acabar se tornando assustadores ou até serem vistos mais como uma brincadeira do que como parte do processo.
Vale lembrar que, mesmo quando ocorre alguma estranheza quanto a isso, é importante que, mesmo com as fraldas, a criança vá ao banheiro ao sentir vontade de fazer xixi ou cocô. Dessa forma, ela vai se acostumando com o ambiente, até que suas angústias quanto ao penico (ou a privada) sumam.

11 - Como detectar um problema no controle do xixi ou do cocô?
Uma criança que está bem emocionalmente e, mesmo assim, com 3 ou 4 anos – ou até mesmo 5 –, ainda não respondeu aos estímulos do processo de desfralde, pode apresentar algum problema e deve ser procurado o auxílio médico. No entanto, é sempre bom lembrar que, no processo de largar as fraldas, cada criança reage individualmente.
Alguns problemas podem acabar se originando devido à neura dos pais. Perguntas como “Vamos fazer cocô?”, “Você quer fazer cocô?”, “Ai, acho que a gente tem que ir fazer cocô…” em excesso podem acabar despertando na criança algum tipo de desespero que provavelmente será convertido em bloqueio. Nesse mesmo sentido, desapreciar o cocô da criança, alegando o mau cheiro, mesmo que ironicamente, pode levar aos mesmos resultados. Crianças não entendem o sarcasmo. Com base nisso, ela só quer fazer cocô escondido, na fralda, e fica segurando até não aguentar mais, o que pode ressecar as fezes e causar a constipação, entre outras coisas.

12 - Crianças que têm intestino preso podem ter mais dificuldade no desfralde?
Ter o intestino preso pode, eventualmente, acabar dificultando o desfralde pelo fato de que, com as fezes ressecadas, a evacuação se torna mais dolorosa e, em consequência disso, a criança evita ao máximo fazer cocô pelo medo da dor, o que acaba a levando a um ciclo vicioso. É importante, portanto, procurar regular o hábito intestinal dela, o que inclui também mudanças alimentares.

13 - O que é a fase anal? Ela tem a ver com o desfralde ou não?
A fase anal acontece quando a criança começa a controlar o esfíncter. E esse controle se transforma em uma nova fonte de prazer. A criança aprende, por exemplo, que isso lhe traz a atenção dos pais e, mais do que isso, a relação de poder ter tal controle constitui primeiramente o domínio do seu próprio corpo e, em consequência, do mundo.
Parte da confusão que pode acompanhar essa fase é a aparente contradição entre o elogio recebido pelo controle e a ideia de que ir ao banheiro é sujo e que suas fezes e sua urina não são apreciadas. Como o cocô e o xixi são uma produção da própria criança, ela pode interpretar como uma rejeição essa ideia.

14 - Uma criança mais velha (4 ou 5 anos) ainda faz o uso de fralda. Isso pode ter algum impacto no seu comportamento ou desenvolvimento psicológico?
Sim. Como o controle do xixi e do cocô é fortemente influenciado por questões sociais, a criança pode acabar tendo alguns prejuízos nessa área, como a infantilização e a baixa autoestima. Nessa idade, o menino e a menina já percebem que algo diferente acontece com eles em relação ao que afeta seus amigos.

15 - A escola pode ajudar nesse processo de desfralde?
A escola sempre pode ajudar bastante no processo. Como lá todas as crianças estão passando pelo mesmo momento, aproximadamente ao mesmo tempo, o ato de ir ao banheiro se torna mais divertido e mais normal. Geralmente, há muita exigência por parte dos pais, o que acaba não acontecendo na escola.
16 - O que é mais recomendável: o penico ou o redutor de assento?
Ambos são recomendados. Aquele no qual a criança se sentir mais confortável deve ser o escolhido.
O redutor de assento faz com que a criança já se acostume que o lugar certo de fazer xixi ou cocô é no banheiro e não em qualquer lugar da casa, como ocorre com o penico. No entanto, o penico faz com que a criança se encaixe melhor, estando numa posição mais confortável para a evacuação, diferente do redutor, onde ela fica “pendurada”. Além disso, a descarga pode assustar.

17 - É normal uma criança retroceder no processo de desfralde e, de repente, voltar a fazer xixi nas calças? Como agir?
Geralmente, os retrocessos estão ligados a distúrbios emocionais ou à alta ansiedade. Por exemplo, é normal que crianças que acabaram de ganhar um irmãozinho novo voltem a fazer xixi na cama para se sentirem bebê novamente e terem a atenção dos pais. Separação, períodos em que a escola está cheia de atividades e quando se começa a dormir na casa de amigos podem ser marcos que desencadeiam o regresso.
Tirar a fralda muito precocemente pode acabar sendo a razão para esse regresso também. A criança não estava preparada neurologicamente e, depois, começa a apresentar esses sinais.

18 - Algumas crianças podem demorar muito tempo para se adaptar à vida sem as fraldas?
O processo de desfralde dura, em média, de dois a três meses. Os escapes são naturais, mas tendem a ir diminuindo conforme o amadurecimento. Demorar muito mais tempo do que isso pode significar o desinteresse da criança ou outro distúrbio emocional.

19 - O acompanhamento dos pais nesse processo de desfralde é importante? Por quê?
Sim. Isso traz segurança e tranquilidade aos pequenos. Por esse mesmo motivo, a paciência é um ingrediente mágico nessa fase. A neura, a angústia ou a aflição por parte dos mesmos podem vir a ser prejudiciais para a criança.
É bacana também trazer a criança para perto de si e elogiar o xixi e o cocô, limpar juntos a calcinha ou a cueca em caso de escape, dar tchau para o cocô etc.

20 - Tirar a fralda cedo pode ser prejudicial à criança?
Sim. O despreparo e a imaturidade podem gerar ansiedades, que voltam a se manifestar futuramente em escapes constantes quando mais velha, por exemplo.
Fonte: http://bebe.abril.com.br/materia/dossie-desfralde?%3Ftooltip13anos=

Achei ótimas as dicas gente...
Dar para entender e começar a fazer...com calma rss
E vocês que acharam ? alguma dica?
Curtam nossa página e fiquem por dentro de tudo que é falo por aqui





Bjinhos...
Comentários
19 Comentários

19 comentários:

  1. aqui o desfralde ta dificil
    adorei as dicas
    beijos
    onossonude.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adorei as dicas, a maioria concordo, algumas não, mas ser mãe é assim a gente vai adaptando tudo do nosso jeito. Aqui o desfralde diurno está indo muito bem.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Falta pouco , para começar o desfralde por aqui.
    Amei o post , tudo bem explicadinho.
    Bjs!!
    pordosolblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei suas dicas, completa! Lara deixou a fra;da com 1 ano e 7 meses..... ELA deixou. Tirou e não quis mais por. Respeitar o tempo da criança é o principal ponto a ser levado em conta. bjus Coisas da Lara

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que o Rafa vai largar as fraldas muito cedo, pq ele ta sempre tirando a fralda rsrsrsrs
    bju
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Quantas dicas legais e importantes
    Adorei o post
    Bjs
    http://soumaedecinco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Adorei . Aqui ainda estojos na luta do noturno, pois ele bebe muita água.
    Bj

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Adorei, aqui da estamos na luta para o noturno. Ele bebe muita água antes de dormir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Legal. Mas na pratica é outra coisa ne? É bom pedir ajuda as mamaes experientes rsrsrs

    ResponderExcluir
  11. amiga paciência
    vai devagar
    e vai conseguir
    linda noite
    Nanda
    beijokas
    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  12. post super legal e informativo, serviu para mim que estou começando o desfralde!
    Bjos
    Tatty Nunes - Mãe de Primeira Viagem

    ResponderExcluir
  13. O principal pra mim é respeitar o tempo de cada criança e o principal, sem comparação.
    Bjus

    ResponderExcluir
  14. Aqui o desfralde foi concluído com sucesso! rsrsrs

    Bjos enormes..
    http://amaedadrii.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Super importantes para as mamães esse post!
    Ótimas dicas, beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Ótimas dicas! Davi esta dando sinais de que nao quer mais a fralda... Tira a fralda e briga quando tento por de volta! rsrsrs Vou comprar um pinico e deixa sempre perto dele, no momento certo ele o usara!


    Beijos

    Diariodematernidade.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sejam todos bem vindos!
Deixe seu comentário ele é o que alimenta meu cantinho :)
Vou ler com carinho e responder com alegrias
Bjinhos a todos

Leteia Bispo